indian desi xvideo outside river pron
beylikduzu escort
sikis
porno

FAMERP abre inscrições para vestibular nos cursos de Medicina, Enfermagem e Psicologia

A FAMERP (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto) está com inscrições abertas para os vestibulares nos cursos de Medicina, Enfermagem e Psicologia. Os candidatos podem se inscrever exclusivamente pela internet no portal www.vunesp.com.br, das 10h de 17 de setembro até às 23h59 de 18 de novembro de 2021, mediante preenchimento da ficha de inscrição e pagamento da taxa de R$ 165.

As provas serão realizadas nas cidades de Bauru, Campinas, Ribeirão Preto, São José do Campos, São Paulo e em São José do Rio Preto, nesta última, as provas serão em outros prédios e não no campus da FAMERP. Não será permitida a realização da prova em local diferente do escolhido pelo vestibulando, nem troca de cidade no decorrer do processo.

Serão oferecidas 160 vagas distribuídas da seguinte maneira:
Medicina – período integral – 80 vagas (duração 6 anos);
Enfermagem – período integral – 60 vagas (duração 4 anos);
Psicologia – período integral – 20 vagas (duração 5 anos);

Das vagas destinadas à Política de Cotas da FAMERP, conforme Portaria FAMERP nº 060 de 27 de agosto de 2019, 65% serão para alunos que cursaram integralmente o Ensino Fundamental e Médio no ensino público brasileiro ou Educação de Jovens e Adultos em escolas públicas brasileiras e 35% serão oferecidas para os que se autodeclararem Pretos, Pardos ou Indígenas de etnia brasileira e que tenham cursado integralmente o Ensino Fundamental e Médio no ensino público brasileiro ou Educação de Jovens e Adultos realizados pelos sistemas estaduais no ensino público brasileiro.

As provas de Conhecimento Gerais terão 80 questões objetivas com cinco alternativas, abrangendo disciplinas como matemática, biologia, geografia, física, história, química, língua portuguesa e língua inglesa. Serão ainda desafiados com uma Prova de Conhecimentos Específicos com 20 questões dissertativas, sendo oito de biologia, seis de química e seis de física, e uma redação em língua portuguesa.

As provas de Conhecimentos Gerais ocorrem no dia 14 de dezembro de 2021, das 14h às 18h; as provas de Conhecimentos Específicos e a Redação serão realizadas das 14h às 18h, no dia 15 de dezembro.

Serviços
Vestibular FAMERP 2021 – Medicina, Enfermagem e Psicologia
Período de inscrição: 17 de setembro a 18 de novembro de 2021.
www.vunesp.com.br
Clique aqui para ler o Edital.

Comunic Comunicação Estratégica

Famerp abre inscrições para o CAIC 2021

Foram abertas, na última segunda-feira, 12, as inscrições para o XVIII Congresso Anual de Iniciação Científica – XVIII CAIC e VI Congresso Científico FAMERP/FUNFARME, que acontecerá no dia 20 de Outubro, de forma totalmente online, através da plataforma do Google Met.

As inscrições podem ser feitas até o dia 4 de outubro, de maneira online, pelo site da FAMERP/FUNFARME. Os valores variam de R$45 a R$100 reais, de acordo com a categoria da inscrição.

O evento, tradicionalmente realizado pela FAMERP, tem como objetivo integrar profissionais e alunos em torno de temas de interesse em Ciências da Saúde, além de divulgar as pesquisas realizadas no complexo FAMERP/FUNFARME, e de outras instituições de ensino superior, promovendo debates pela comunidade acadêmica e profissionais da área da saúde.

Já estão confirmados quatro palestrantes renomados, sendo eles: Carlos Orsi, editor-chefe da Revista Questão de Ciência e fundador do Instituto Questão de Ciência; Profa. Dra.Eliana Goldfarb Cyrino, supervisora do Centro de Saúde Escola de Botucatu, Unidade Auxiliar da FMB, UNESP; Prof. Dr Luiz Antônio Nogueira Martins, professor Associado aposentado do Departamento de Psiquiatria e Psicologia Médica da Escola Paulista de Medicina, Universidade Federal de São Paulo e Rebeka Gomes Pinto Cunha, Founder na empresa People Health e Nana Vegana, Co-founder na empresa CIAware.

O Diretor Adjunto de Pesquisa da Famerp, Prof. Dr. Luiz Carlos de Mattos, explica que o objetivo do evento é fortalecer a integração entre alunos, professores, pesquisadores e profissionais de saúde, além de abrir oportunidade para apresentação de pesquisas científicas.

“Nossa missão é fazer com que, tanto profissionais da área da saúde do Complexo FAMERP/FUNFARME, alunos, professores e pesquisadores de instituições de ensino superior de Rio Preto e região possam se unir em torno de debates e discussões de temas de interesse em Saúde. Estes eventos oferecem aos estudantes de iniciação científica, pós-graduandos, professores, pesquisadores e demais profissionais da saúde uma excelente oportunidade para a apresentação de trabalhos oriundos da pesquisa científica desenvolvidos na Iniciação Científica, na Pós-Graduação, nos Departamentos e Serviços de Saúde”, explica.

 Site: https://caic.famerp.br

 

Comunic Comunicação Estratégica

Famerp recebe financiamento do governo americano para realizar pesquisa em Coronavirus

Os Institutos Nacionais de Saúde (NIH), através do programa CREID (Centers for Research in Emerging Infectious Diseases – em português, Centros para Pesquisa de Doenças Infecciosas Emergentes), aprovou um financiamento de 108 mil dólares para que o Laboratório de Pesquisas em Virologia da Famerp realize um programa de vigilância genômica avançado em coronavirus.

O LPV-Famerp faz parte do Programa CREID como um dos centros participantes do projeto CreateNeo, coordenado pela University of Texas Medical Branch . O CreateNeo (Coordinating Research on Emerging Arboviral Threats Encompassing the Neotropics, Pesquisa Coordenada em Ameacas Arbovirais Emergentes) é um programa de 5 anos de pesquisa em doenças virais emergentes que conta com a participação da Universidade Estadual do Novo Mexico, do Cary Institute, do Instituto Gorgas (Panama), Centro de Instrução de Guerra na Selvas (Exército Brasileiro), Fundação de Medicina Tropical de Manaus, Massachusetts Instutute of Technology, UFAM, UFMT, UFMG e INPA, além da FAMERP e UTMB.

Com este novo financiamento, a Famerp vai aumentar a capacidade de sequenciamento de variantes de coronavirus e junto com os parceiros locais (Unesp e USP) vai analisar as características biológicas destes novos vírus.

Segundo o Prof. Mauricio Nogueira, coordenador do LPV, “o novo financiamento vai nos permitir agir rapidamente na identificação de novas variantes no interior de São Paulo, além de poder avaliar o efeito da vacinação em massa na evolução do vírus.” O Professor ressalta ainda “que este tipo de financiamento internacional prova que a Famerp é hoje uma instituição que tem alcance mundial influindo nos avanços na fronteira do conhecimento”.

Comunic Comunicação Estratégica

Alunos de medicina da Famerp promovem campanha de doação de sangue

Objetivo, além de aumentar o estoque do Hemocentro, é conscientizar as pessoas a fazerem doações de forma mais frequente

Alunos do segundo ano do curso de Medicina da Famerp (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto, promovem, entre os dias 27 de setembro e 1 de outubro, a campanha ‘DoaSangue’. O objetivo é incentivar os próprios alunos da instituição e também toda sociedade a doarem sangue.

Desde o início da pandemia, o estoque de sangue do Hemocentro de Rio Preto baixou devido à queda no número de doadores. A ideia da ‘DoaSangue’ surgiu a partir dessa necessidade apresentada pelo hemocentro ao comitê de saúde pública da IFMSA Brazil Famerp.

Questões como a baixa adesão à doação de sangue e a queda no número de doações voluntárias frequentes, desde março de 2020, contribuíram para que os estoques nos hemocentros estejam muito abaixo do recomendável não só aqui, mas em todo país.

“A campanha é uma ação do comitê para engajar novos doadores. Isso será feito por meio da criação de grupos que serão levados pelos coordenadores até o hemocentro. Queremos conseguir um aumento no número de doações, além de incentivar os participantes a fazerem doações frequentes. Esperamos ainda expandir a campanha para fora da faculdade, levando-a a possíveis empresas parceiras e outras instituições interessadas”, explica Yunny Lee, aluna do segundo ano de Medicina da Famerp e uma das organizadoras da campanha.

Além dos alunos da Famerp, fazem parte da organização membros do comitê de saúde pública da IFMSA Brazil. A campanha irá incentivar também a doação de medula óssea. O Hemocentro de Rio Preto fica na avenida Jamil Feres Kfouri, 80 – Jardim Panorama. O telefone é (17) 3201-5078.

Comunic Comunicação Estratégica

Laboratório Cultural da Famerp promove união e incentivo à cultura

Com o intuito de fomentar a cultura e por acreditar nessa importante ferramenta social, a Famerp lança o Laboratório Cultural, com o objetivo de incentivar a manifestação de expressões artísticas e culturais no ambiente acadêmico. A iniciativa partiu da diretoria de alunos e conta com uma comissão formada por alunos de todos os cursos da faculdade.

As instituições de ensino têm papel relevante e são importantes polos formadores de ciência, opinião e memória. Tendo em vista que cada um desses tópicos é atravessado pela cultura em que as instituições estão inseridas, a união dos três cursos de graduação da Famerp contribuiu para a criação do projeto.

A iniciativa é composta por alunos dos cursos de Enfermagem, Medicina e Psicologia, que vão contribuir para o desenvolvimento de ações culturais diversas. Em breve, as primeiras iniciativas serão divulgadas.

Visando à ampliação do ambiente acadêmico para muito além das paredes da instituição, o LabCultFamerp busca fomentar discussões que envolvam o recorte tão importante e potente que é a cultura e a diversidade.

Além de um espaço para reflexão, o projeto também é uma oportunidade de expor, revelar, despertar e desenvolver habilidades da comunidade Famerp.

A diretora adjunta de alunos, Vânia Zaqueu, acredita que o Laboratório Cultural da Famerp vai fazer a diferença na vida acadêmica da instituição. “A meta é iniciar ainda em 2021 a promoção de eventos culturais, que serão variados, atendendo aos anseios dos alunos. As primeiras edições poderão ser no formato on-line, porém com a proximidade do retorno presencial dos alunos a faculdade vai enriquecer ainda mais o LabCultFamerp”, afirma.

Mais informações diretamente na Diretoria de Alunos.

Comunic Comunicação Estratégica

Famerp comemora 30 anos do curso de Enfermagem com professores e alunos

Em três décadas, faculdade formou mais de 1,2 mil profissionais. Para marcar a data, será realizado um evento online nos dias 25, 26 e 27 de agosto

Alunos egressos e professores do curso de Enfermagem da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) promovem evento online e gratuito em comemoração aos 30 anos de fundação do curso. O evento está marcado para os dias 25, 26 e 27 de agosto, das 19h às 21h30. As inscrições podem ser feitas por meio deste link.

A coordenação do Seminário é das professoras Ms. Daise Lais Machado e a Dra. Lara Helk de Souza, e a Comissão Organizadora é composta por acadêmicos da enfermagem e egressos, com a parceria do Sebrae, representado por Luciano Solimar Impastaro, e da FATEC (Faculdade de Tecnologia), representada por Liszeila Reis Abdala Martingo.

Entre os objetivos do encontro estão a integração e diálogos entre as turmas, reflexões sobre o cenário atual da enfermagem, depoimentos sobre a profissão, entre outros importantes temas que foram fundamentais na construção de um dos mais tradicionais cursos de enfermagem do país, responsável pela formação de mais de 1,2 mil profissionais.

Atualmente, o curso de Enfermagem conta com 42 docentes envolvidos na Graduação, Pesquisa e Extensão. Destes, 80% têm doutorado. Outro dado importante é que, desde 2014, a pós-graduação Stritu Sensu da Enfermagem já formou 140 mestres.

“Nosso maior mercado ainda é o complexo FUNFARME e as unidades de saúde de São José do Rio Preto, mas temos egressos espalhados no Brasil, por várias cidades do estado de São Paulo e na cidade de São Paulo, além de Bahia, Amazônia, Paraná e outros Estados, até nos Estados Unidos. Além da área hospitalar, temos egressos também que são docentes em centros de excelência como USP e Unifesp”, explica a Profa. Dra. Beatriz Barco Tavares Jontaz Irigoyen, coordenadora do curso de Enfermagem.

Recordando que o primeiro processo seletivo para professores na Famerp ocorreu em 1991, com o ingresso de cinco enfermeiros. E em 1992 aconteceu outro processo seletivo, com a contratação da Profa. Dra. Zaida Aurora Sperli Geraldes Soler, uma enfermeira com experiência de ser professora na Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), e já estava concluindo o doutorado, na FAMERP foi coordenadora e diretora de extensão, e uma forte motivadora para a formação dos docentes do Curso de Graduação em Enfermagem no Stritu Sensu.

Os palestrantes são egressos do Curso de Graduação em Enfermagem da FAMERP.

19h:00 25/08/2021 Abertura solene Palestrantes
Abertura Diretor Famerp Profa. Dr. Francisco de Assis Cury
Diretoria Funfarme Profa. Dr. Jorge Fares
Secretário de Saúde Prof. Dr Aldenis Albaneze Borim
Coordenadora do Curso Profa. Dra Beatriz Barco Tavares Jontaz Irigoyen
Representantes discentes Profa. Dra. Lara Helk de Sousa
19h:30 I – 1995 Edna Donizete Rossi
19h:40 II – 1995 Luciana Belardo Augusuto
19h:40 III – 1996 Aurides Gonçalves Pereira Furtil
20h:00 IV -1997 Denise Zampieri
20h:10 V – 1998 Karina da Silveira
20h:20 VI- 1999 Andrea Fabiana de Marchi
20h:30 VII- 2000 Profa. Dra.Daniele Alcalá Pompeo
20h:40 Vídeo Profa. Dra. Lara Helk de Souza
20h:45 VIII – 2001 Fabricia Galetti
20h:55 IX – 2002 Samantha Vaccari
21h:05 X – 2003 Priscila Buck Ruiz
21h:25 Discussão Profa. Dra. Lara Helk de Souza
21h:30 Encerramento Profa. Dra. Lara Helk de Souza
19h:00 26/08/2021
19h:00 XI – 2004 Fernanda Borgnaro
19h:10 XII- 2005 Amanda Arenas Felice
19h:20 XIII -2006 Daiana Bonfim
19h:30 XIV – 2007 Maria Amélia Zanon Ponde
19h:35 Vídeo Profa. Dra. Lara Helk de Souza
19h:45 XV- 2008 Paula Buck Ruiz
19h:55 XVI- 2009 Viviani Cristina Lino Brancini
20h:05 XVII-2010 André Gonçalves
20h:15 XVIII- 2011 Ana Lucia Coelho
20h:25 XIX – 2012 Gisele Giuliana
20h:35 XX – 2013 Luana Wenceslau
20h:45 XXI -2014 Bruna Amato Jordão
20h:50 Vídeo Profa. Dra. Lara Helk de Souza
21h:00 XXII- 2015 Leonardo Henrique
21h:25 Discussão Profa. Dra. Lara Helk de Souza
21h:30 Encerramento Profa. Dra. Lara Helk de Souza
19h:00 27/08/2021
19h:00 XXIII-2016 Marcela Minchio
19h:10 XXIV-2017 Jaqueline Lopes Gouveia
19h:20 XXV- 2018 Isabela Antunes
19h:30 XXVI- 2019 Ana Maria Marconi
19h:35 XXVII – 2020 Fabrício Renato Teixeira Valença
19h:45 XXVIII- 2021 Anderson Fidelis Teixeira
19h:55 XXIX Maria Isabel Benfati
20h:05 XXX Thifany Rocha
20h:15 XXXI Maria Eduarda de Souza Passarini
20h:35 Discussão Profa. Dra. Lara Helk de Souza
20h:45 Palavras Finais Profa. Dra. Beatriz Barco T J Irigoyen
20h:55 Agradecimentos Profa. Dra. Lara Helk de Souza
21h:30 Encerramento Profa. Dra. Lara Helk de Souza

 

Pesquisa desenvolvida na FAMERP facilita identificação de tipos sanguíneos raros

Metodologia pode auxiliar laboratórios em casos de modificações causadas por doenças como leucemia

São José do Rio Preto (SP), agosto de 2021 – Pesquisa desenvolvida pelo doutorando Marcos Paulo Miola, do programa de pós-graduação em Ciências da Saúde da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto – FAMERP contribui com a identificação correta de tipos sanguíneos raros de doadores de sangue e pacientes que necessitam de transfusão – um procedimento difícil de ser realizado em muitos laboratórios.

“Em casos de tipos de sangue raros ou modificados por doenças, há muita dificuldade em se identificar o tipo sanguíneo. É preciso conhecer muitas características de tudo o que envolve a expressão dos antígenos dos grupos sanguíneos, análises de DNA e análises às vezes até mesmo de familiares. O que nós desenvolvemos é uma nova estratégia, que facilita bastante o trabalho dos laboratórios na hora de realizar essa identificação”, explica o professor Dr. Luiz Carlos de Mattos, orientador do estudo no Laboratório de Imunogenética da FAMERP.

Com a metodologia desenvolvida, o Laboratório de Imunogenética conseguiu melhores resultados especialmente em doenças, como por exemplo da leucemia mieloide aguda, em que podem ocorrer alterações na expressão dos antígenos que definem os tipos sanguíneos. De acordo com os pesquisadores, alguns casos foram inicialmente identificados como sendo do tipo O, mas, na realidade, eram do tipo A.

Essas alterações podem ocorrer como consequência da doença, que favorece o processo chamado metilação do DNA, afetando o gene responsável pela determinação do tipo sanguíneo. Embora isso não ofereça riscos transfusionais, por serem tomadas todas as medidas de segurança para proteger os pacientes, é necessário que o verdadeiro tipo sanguíneo seja corretamente identificado.

Os resultados desta pesquisa já foram divulgados em revistas científicas especializadas e em eventos científicos e estão contribuindo para a correta tipagem sanguínea de doadores e pacientes.

Mais informações:
Elaine Madalhano | (17) 99745-2797 | elaine@comunic.com.br
Priscila Carvalho – (17) 99734-6801 | priscila@comunic.com.br

FAMERP terá aula-magna de Ética e Pesquisa Científica

A FAMERP (Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto) convida a todos os alunos e interessados para participarem da aula-magna A Ética da Pesquisa Científica, no próximo dia 8 de setembro, às 19h, pelo YouTube – https://youtu.be/IC4_hhG88qY

O encontro da Pós-Graduação Stricto sensu será ministrada pelo professor doutor Renato Janine Ribeiro, ex-ministro da Educação, e titula de Ética e Filosofia Política na USP (Universidade de São Paulo).

Ribeiro também é autor, entre outros títulos, de A Sociedade Contra O Social, vencedora do Prêmio Jabuti de 2001, A Boa Política (2017) e Ao Leitor Sem Medo (1984). Foi também professor visitante na Universidade de Columbia e UNIFESP. Atualmente é presidente da SBPC (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência).

Comunic Comunicação Estratégica

FAMERP migra site para plataforma mais moderna

A Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP) migrou seu website oficial para a plataforma WordPress, em sua versão mais atual, 5.8. Com a mudança, o visual do portal fica mais moderno, com carregamento rápido para navegação e facilidade de acesso por dispositivos móveis, como Ipads, celulares e smartphones.

Para os usuários, a mudança permite maior velocidade ao buscar e acessar conteúdos, bem como melhor experiência na navegabilidade. A plataforma também representa mais segurança para os conteúdos.

Foram reconstruídas, uma a uma, mais de 400 páginas e copiados mais de 1000 arquivos, do site antigo, para a nova plataforma. Todo o trabalho foi desenvolvido por João Carlos, da DAA/NI, internamente.

O WordPress é um CMS (sistema de gerenciamento de conteúdo) utilizado por 61% dos sites em toda a Internet, de acordo com dados da W3Techs. O próprio site da Casa Branca, nos EUA, foi recriado usando a plataforma. Também é responsável pela criação de blogs e e-commerce.

Comunic Comunicação Estratégica

Covid-19: Famerp participa de programa de orientação à população de Bálsamo

A diretoria de Extensão da Famerp, em parceria com Funfarme, DRS 15 e Secretaria de Saúde de Bálsamo, participou da ação “Apoiando o Município no Combate à Pandemia”. O projeto foi encerrado no mês de julho e contou com a colaboração de enfermeiros do Hospital de Base e graduandos em enfermagem.

O principal objetivo foi orientar a população de Bálsamo sobre a forma correta de evitar a contaminação por Covid-19 quando algum membro da família testasse positivo.

O Programa visa auxiliar o município no combate à pandemia, por meio do rastreamento dos contactantes e realização de mapa de risco na comunidade.

A implementação constituiu-se numa proposta de vigilância ativa para o enfrentamento da pandemia e monitoramento dos casos e dos contactantes, via telefone, gerando indicadores de resultados positivos.

Segundo a diretora de Extensão, professora Lucia Becaria, a experiência do contato com a população de Bálsamo permitiu observar que as relações e possíveis transmissões, em sua maioria, são muito amplas, transformando-se em uma grande cadeia.

“As orientações envolveram a necessidade do cuidado com higiene, o uso de máscara dentro de casa, permanecer isolado em quarto separado e uso de banheiro separado, quando possível. Além de observar a presença de qualquer sintoma suspeito e procurar a unidade de saúde do município”, explica a professora Lucia.

De acordo com a diretora de Extensão, as perguntas mais comuns feitas pela população eram o tempo de isolamento, se seria preciso refazer o teste no final do período de quarentena e sobre medicamentos que poderiam ser usados.

“A maioria das pessoas teve boa aceitação em relação às ligações e orientações, agradeceram a ligação, tiraram dúvidas quando necessário. Poucos casos se negaram a continuar recebendo as ligações para monitoramento”, conclui.

Comunic Comunicação Estratégica