Famerp realiza encontro com pesquisadores renomados

 

A Famerp promoveu, no último dia 9 de dezembro, o 2º Encontro “Do Sars-Cov a Dengue”, que reuniu os principais nomes da medicina e infectologia do Brasil para debater assuntos importantes e atuais sobre dois dos vírus que mais preocupam o País, principalmente neste cenário pós-pandemia.

Além da COVID-19, o Brasil enfrenta epidemias de dengue desde 1986, sazonalmente de março a junho e, nos últimos dois anos, pacientes infectados pelo SARS-CoV e diagnosticados com dengue tem evoluído para quadros clínicos mais graves, daí a importância de debater a relação dos vírus e novas opções de tratamento.

O encontro contou com a presença dos médicos, Mauricio Lacerda Nogueira, da Famerp, Tony Moody, da Universidade de Durham, nos EUA, Betânia Drumond, da UFMG, Shannan Rossy e Nikolaos Vasilakis, da UTMB, Adriana Luchs, do Instituto Adolfo Lutz e Pedro Augusto, do Instituto Fiocruz, de Minas Gerais.

 

Docente da Famerp lança livro sobre Hieronymus Bosch

O livre docente do departamento de Psiquiatria e Psicologia Médica da Famerp, Lazslo A. Ávila, lançará seu livro “7 – Bosch em mim”, no dia 7 de dezembro, às 19h30, no Armazém Café, no Shopping Iguatemi.
O livro mostra um indivíduo vivendo no hoje seus dramas subjetivos, agudamente manifestados em delírios. Paralelamente, conta a história, real ou imaginada, do grande pintor renascentista, precursor do surrealismo, Hieronymus Bosch.
Lazslo é autor de três livros na área da Psicossomática de orientação psicanalítica e um livro sobre a perspectiva psicanalítica dos Grupos.

Famerp/Funfarme inauguram academia para alunos e colaboradores

Com meta inicial de 500 matrículas, espaço contará com profissionais de educação física em tempo integral

 

A Famerp/Funfarme inauguraram nesta segunda-feira, dia 5, um novo espaço destinado para alunos e colaboradores praticarem atividades físicas com qualidade e segurança: a academia “Movi Mente-se”. A expectativa é que o espaço – totalmente climatizado, com aparelhos modernos e profissionais de educação física à disposição – alcance 500 alunos matriculados nos próximos dias. A academia vai funcionar de segunda à sexta-feira, das 10h às 19h.

“Uma academia como essa dentro de nossa instituição é quase tão obrigatória quanto uma sala de aula. É de suma importância que nossos alunos possam incluir o esporte e o exercício físico em suas rotinas. São inúmeros benefícios para o corpo e para a saúde mental. Feito de forma regular, o exercício ajuda a melhorar a capacidade cognitiva e a reduzir os níveis de ansiedade e estresse, um dos problemas que mais acometem jovens atualmente. Estou muito feliz por participar desta inauguração, que já é um marco para a história da nossa faculdade”, disse o diretor geral da Famerp, Francisco de Assis Cury.

“Essa ação vem para concretizar mais uma meta em benefício dos nossos colaboradores e alunos. Proporcionar um ambiente para a prática de atividade física na instituição traz um benefício pessoal e também melhora o aspecto físico do profissional, uma vez que ele se sente mais motivado. Temos mais de 8 mil funcionários e esperamos que muitos participem do novo espaço e motivem os demais”, complementou Jorge Fares, diretor executivo da Funfarme.

Aluno do quinto ano de medicina e atleta que representa a natação da Famerp, Rafael Teixeira Barbosa, de 24 anos, aprovou os equipamentos. “Para nós, alunos, que estamos envolvidos na Atlética representando a faculdade, foi uma excelente conquista. Ter uma estrutura dessa à nossa disposição e muito próxima ao campus facilitará e potencializará nossos treinos”, disse o estudante.

 

Todo processo para admissão dos interessados será realizado de forma online, por meio de um aplicativo intuitivo. Dessa forma, os alunos poderão agendar e cancelar suas aulas em poucos minutos. Será cobrado valor simbólico para manutenção dos equipamentos e da equipe técnica.

Kazuo Nagamine, doutor em Ciências da Saúde, professor adjunto do DESC (Depto. Epidemiologia e Saúde Coletiva) e LAFIS (Lab. Atividade. Física e Saúde),  será o responsável pela gestão do espaço. “Atividade física é fundamental em qualquer idade. Além de uma maneira de cuidar da saúde e ter uma melhor qualidade de vida, exercícios físicos são um importante meio de prevenção para combater doenças crônicas. Vale ressaltar que, a partir de agora, todos nós, colaboradores e alunos, somos responsáveis pelo zelo e cuidado desse espaço maravilhoso”, afirmou o docente.

Já Dulcimar Donizete de Souza, ex-diretor geral da Famerp e um dos idealizadores do projeto, disse, durante a cerimônia, que a academia era a materialização de um sonho. “Essa inauguração é parte do trabalho conjunto de muitas pessoas, que não mediram esforços de entregar mais uma benfeitoria a alunos e colaboradores. Esse compromisso que aqui findamos precisa envolver muitas gerações, porque será algo que ficará para sempre em nossa instituição”, ressaltou.

Simpósio de Segurança do Paciente discute temas atuais com profissionais da enfermagem

Com objetivo de compartilhar experiências exitosas de diversas instituições de ensino na região, o Núcleo Região São José do Rio Preto da REBRAENSP, com apoio Famerp/Funfarme promoveu, em novembro, o XIII Simpósio de Segurança do Paciente, evento que faz parte das ações da Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente para contribuir com diretrizes importantes e atuais da enfermagem.
O encontro online reuniu cerca de 150 profissionais e, nesta edição, o foco foi “Educação em Saúde”. Entre os temas debatidos na programação, a vice coordenadora do núcleo do recôncavo da Bahia e membro do conselho nacional da REBRSENSP, Almerinda Luedy, palestrou sobre a “Visão de ensino em segurança do paciente na formação e serviço”.

Apresentando o cenário de ensino de estudantes em laboratórios de simulação,a docente da Famerp Lúcia Beccaria contou um pouco da experiência de sua atuação no curso de graduação de enfermagem. “Um evento assim é muito importante, pois alinhamos nossas ações profissionais de maneira local, regional e até mundial com temas que estão sendo debatidos nos principais centros de saúde.”, disse a professora.

Professora da Famerp é convidada a integrar Comissão de Enfermagem

Vania Zaqueu Brandão, Professora Adjunta do Curso de Enfermagem da Famerp, foi convidada para integrar a Comissão Permanente de Sistematização da Prática de Enfermagem, uma comissão da Associação Brasileira de Enfermagem (ABEn) criada para consolidar práticas de assistência fundamentada em conhecimento e evidências científicas, que fortalecerá a profissão de enfermagem no Estado de São Paulo.

A docente, que está na Famerp desde 1992, é a única da instituição a integrar a equipe e se diz muito feliz com o convite. “É uma maneira de nos mantermos atualizados e, ao mesmo tempo, disseminar aos nossos alunos tudo que aprendermos e isso, certamente, contribuirá para a formação de um profissional crítico, reflexivo e humanizado”, diz Vania.

Computadores das salas de aula da Famerp são atualizados pelo Projeto HDs Velozes

No início de 2022, a Famerp desenvolveu e está executando, ao longo do ano letivo, o projeto “HDs Velozes”.  O projeto foi criado no Núcleo de Informática a pedido da Diretoria Geral e do Diretor Administrativo, Dr. José Luis, com o objetivo de atualizar os computadores da instituição com componentes tecnológicos mais avançados. Para conseguir atingir essa meta, a faculdade adquiriu no mercado de tecnologia um produto de muita qualidade e confiabilidade, novos rápidos Hard Disks, ou discos rígidos (HD) do tipo Solid State Drive (SSD).

Em novembro, todas as salas de aula da FAMERP, que estavam inseridas no Projeto “HDS Velozes”, receberam atualização em seus computadores. Foram 28 computadores atualizados, no total. Estes equipamentos são utilizados nas salas de aula pelos professores, principalmente para apresentar conteúdos e informações aos estudantes dos três cursos: Medicina, Psicologia e Enfermagem. A título de comparação, antes os professores esperavam de 1 a 2 minutos para início do computador, processo que agora acontece em menos de 10 segundos. Todos os computadores das salas de aula contam com o Pacote Microsoft Office, acesso à internet e o Portal Capes.

“Este projeto foi desenvolvido internamente, com baixo custo e alta qualidade, executado pela nossa equipe de tecnologia, e o seu desenvolvimento tem beneficiado a toda a instituição”, ressalta o Chefe do Suporte Técnico, Érico Gandolfi.

“Em 2023, daremos continuidade ao trabalho, e outras áreas da faculdade também receberão este tipo de atualização do “Projeto HDS Velozes”, informa o Diretor Administrativo, Dr. José Luis Esteves.

Alunos de enfermagem da Famerp participam de avaliação no ‘Teste de Progresso’ para escolas estaduais

Os alunos do curso de graduação da enfermagem da Famerp participaram, em novembro, do Teste de Progresso, uma prova institucional que permite ao estudante conhecer seu processo evolutivo de ensino e aprendizado nas áreas básicas e clínicas durantes os anos da graduação. No desempenho geral, a média de acerto dos acadêmicos do início da graduação evoluiu de 36,67% para 72,26%.
“Para a instituição é muito importante também, pois realiza um diagnóstico de suas deficiências ao longo da estrutura curricular e melhora a qualidade de ensino para os acadêmicos”, afirmou a professora Beatriz Barco Tavares.
De maneira online, participam do teste oito instituições de ensino estaduais de enfermagem, a EEUSP, EERPUSP, FAMEMA, Famerp, Ufscar, Unesp, Unicamp e Unifesp e ao total, essas instituições somaram 1204 alunos.
A avaliação foi elaborado pela Comissão dos professores das instituições participantes, na Famerp os membros dessa comissão são a Profa. Dra. Claudia Eli Gazeta, Profa. Dra. Maria Helena Pinto e a Profa. Dra. Beatriz Barco Tavares Jontaz Irigoyen.

Famerp é contemplada com bolsas de produtividade em pesquisa do CNPq

A Faculdade de Medicina de Rio Preto – Famerp teve três pesquisadores contemplados com bolsas de produtividade em pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), de acordo com o resultado divulgado pelo órgão neste mês.

O Prof. Dr. Luiz Carlos de Mattos teve sua bolsa de produtividade concedida na categoria 1D, já a Profa. Dra. Débora Aparecida Pires de Campos Zuccari teve a bolsa elevada da categoria 1D para 1B e o Prof. Dr. Maurício Lacerda Nogueira também elevou a categoria de sua bolsa de 1B para 1A. O nível A é reservado a candidatos que tenham mostrado excelência continua na produção científica e na formação de recursos humanos e que lideram grupos de pesquisa consolidados do País.

A bolsa de produtividade em pesquisa é destinada a pesquisadores que se destacam, valorizando sua produção científica segundo critérios específicos do Conselho. O número de bolsistas e a respectiva classificação representa critério preponderante e decisivo na captação de financiamento de projetos de pesquisa individual ou institucional, seja recurso financeiro ou bolsa para estudantes com o Governo. Outro aspecto relevante diz respeito ao impacto que o número de pesquisa tem na avaliação dos programas de pós-graduação responsáveis pela formação de mestres e doutores, junto à CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior).

Ser bolsista de produtividade do CNPq é fator de reconhecimento e prestígio para o pesquisador e também para a Instituição a que ele estiver vinculado. A Famerp ainda conta com mais nove pesquisadores com bolsas em andamento: Profas. Dras. Eloiza Helena Tajara da Silva, Eny Maria Goloni-Bertollo, Érika Cristina Pavarino, Margarete Teresa Gottardo de Almeida, Cinara de Cássia Brandão, Maria Cristina de O. S. Miyazaki, e os Profs. Drs. José Fernando Vilela Martin, Moacir Fernandes de Godoy e José Maria Pereira de Godoy.

Sistema da Rede CAFe recebe nova atualização

Em novembro, a equipe técnica da Diretoria Administrativa do Núcleo de Informática da Famerp realizou a instalação e ativação de uma nova versão do sistema da Rede da Comunidade Acadêmica Federada. O CAFe é um programa mantido e disponibilizado pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) que reúne instituições de ensino brasileiras no intuito de facilitar o acesso a diversos recursos tecnológicos oferecidos pelos membros da federação. A FAMERP faz parte desta federação há dez anos, desde sua criação.

Segundo o Diretor Administrativo, Dr. José Luís Esteves Francisco, “através da CAFe, os professores, residentes, aprimorandos e aperfeiçoandos, funcionários, alunos da graduação e alunos da pós-graduação stricto sensu têm total mobilidade para acessar todos os recursos tecnológicos oferecidos na plataforma, como o acesso remoto ao Portal de Periódicos CAPES, por exemplo”.

Todo o acesso é feito utilizando a Identidade Digital da FAMERP que o participante já possui. É possível, por exemplo, realizar pesquisas no Portal de Periódicos CAPES ou assistir vídeos do Portal de Vídeo Digital da RNP de qualquer lugar e quando quiser, sem a necessidade de estar dentro da instituição.

Mais informações e tutoriais sobre a Rede CAFe na FAMERP estão disponíveis no endereço https://cafe.famerp.br

Renovação de Fibra Ótica na Famerp  

O edifício da FAMERP conhecido como Bloco U6 recebeu, no final de julho, uma importante melhoria. Através do Projeto “FAMERP tem Fibra”, toda a conexão de rede entre o local e o DATACENTER da FAMERP foi substituída por novos cabos de fibra ótica. Foram trocados aproximadamente 400 metros de fibra ótica, aumento de número de 3 (três) para 11 (onze) pares de cabos óticos. Neste prédio existem mais de 12 laboratórios, com aproximadamente 100 computadores instalados.

“Foram realizados mais de 300 testes de conexão durante o horário de trabalho (07h30 – 18h), em diversos locais e laboratórios do bloco U6, e detectou-se queda na perca de sinal que existia anteriormente, com tráfego de 10 Gb nominal entre o edifício e o DATACENTER da FAMERP, sem variações e quedas. Isso traz benefícios, como aumento de taxas de download e upload de dados, e transmissão de vídeo sem travamento”, afirma Rildo Delpino, do Núcleo de Informática.

“Daremos sequência a nossos projetos de transformação digital, trazendo outras iniciativas. Estamos desenvolvendo, já em fase adiantada, um projeto para a melhoria de toda a rede sem fio (WiFi) da Instituição”, ressalta o Diretor Administrativo, Dr. José Luis Esteves, responsável pela criação do projeto “FAMERP tem Fibra”.