Comunic Comunicação Estratégica
Alunos ganhadores da premiação

Três alunos do curso de Enfermagem da Famerp receberam, no último dia 11/06, um prêmio durante a edição do Ideathon, nomeado como Health Ideas. O tema esse ano foi “Segurança do Paciente” e contou com a participação de 162 alunos de vários estados do Brasil e das mais diversas áreas do conhecimento, tais como Saúde, Tecnologia, Tecnologia da Informação e Gestão.

A competição foi realizada de forma online e teve apoio da FATEC Rio Preto, SEBRAE Rio Preto, FAMERP, Universidades Federais de Sergipe (UFS), Mato Grosso do Sul, Paraná (UFPR), Universidade São Paulo (USP), Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Universidade de Fortaleza (UNIFOR). Além de vários líderes de mercado como INOVA CPS, SHIFT, CONEXCO, Grupo CENE e Health Square – que participaram como mentores, jurados dos projetos ou apoio nas premiações.

O Ideathon é um modelo de evento de maratona de ideias, com competição entre equipes no sentido de estimular o desenvolvimento de soluções inovadoras para problemas e desafios reais da sociedade. Tem finalidade cultural e social, focado na aplicação de metodologias para o desenvolvimento real de uma ideia resultante de soluções inovadoras dos participantes.

Durante seis horas, as equipes foram desafiadas a desenvolverem uma ideia de acordo com três desafios propostos:

1 – Segurança Cirúrgica: como garantir segurança do indivíduo dentro do contexto cirúrgico?
2 – Informação e Comunicação – como assegurar a integralidade do cuidado por meio da comunicação efetiva entre equipe, paciente e acompanhante?
3 – Erro humano no processo de trabalho do profissional e do paciente – Como evitar os erros humanos dentro dos processos de saúde garantindo a segurança do paciente?

Os alunos da Enfermagem da Famerp foram premiados em 2º e 3º lugar, na temática de Informação e Comunicação. Eles desenvolveram um canal único de informação em tempo real entre a instituição e o familiar do paciente internado e também fizeram a elaboração de uma política institucional que preconiza a melhoria na comunicação por meio da tecnologia, com foco específico no dimensionamento de profissionais e integração entre os membros da equipe.

Alunos Matheus e Fernanda

“Durante o evento, atuei com a minha amiga Fernanda, onde formamos uma bela equipe. Conseguimos desenvolver somente nós a ideia inicial e como a aplicariam e fomos, com a ajuda dos mentores disponibilizados pelo evento, refinando a ideia. Pensamos constantemente que não iríamos conseguir, visto que somos alunos do segundo ano da graduação de Enfermagem e ainda não temos um conhecimento teórico grande sobre o assunto, porém, ao final do evento, tivemos a grata surpresa do 3º lugar”, conta o aluno Matheus Zocharato Soares da Silva.

“Somos ainda do segundo ano de Enfermagem, passamos pelo nosso primeiro estágio no hospital a menos de um mês, e, mesmo diante de ‘pouca’ experiência, unindo conhecimentos e trabalhando em equipe conseguimos um dos prêmios. O Ideathon trazendo como tema segurança do paciente, nos mostrou o quanto é importante esse assunto, bem como o trabalho em equipe para que a segurança efetiva do paciente seja alcançada. Agradeço à organização do evento, aos mentores que nos orientaram de modo ímpar. Que venham os próximos!”, ressalta a aluna Fernanda Nayara Senhorini.

Victória Serrano, aluna da Famerp

“O evento só acrescentou na minha trajetória, favoreceu meu networking, onde conheci profissionais de vários estados do Brasil, além disso, meu grupo conseguiu o segundo lugar, fiquei muito feliz com a premiação. Sou apaixonada nessa área, busco incentivar a todos terem suas ideias e colocá-las em prática, com certeza recomendaria esse evento”, diz a aluna Victória Serrano Canile.

“É um papel importante incentivar essa construção de soluções dentro do ambiente de ensino universitário, sensibilizando e conscientizando os alunos, integrando diferentes áreas do conhecimento para solução de problemas específicos da comunidade, aliada à tecnologia que já impacta no mercado de trabalho e na vida como um todo.”, finaliza Dra. Marli Jericó, professora da Disciplina de Inovação e empreendedorismo na Saúde.