Comunic Comunicação Estratégica

A Disciplina de Nefrologia da Famerp marcou brilhante presença no XXXI Congresso Brasileiro de Nefrologia, realizado em Florianópolis, no final do mês de setembro. Com a participação dos docentes e dos médicos residentes, foram apresentados 11 trabalhos desenvolvidos na instituição, sendo um trabalho oral intitulado “Injúria renal aguda com e sem covid-19”, apresentado pela Dra. Marcela P. Bidoia, residente do terceiro ano da disciplina, e com participação dos alunos do quinto ano Nathan L Paulo, Camila M Rosseto e Gabriel M Avilez. Destaque também para o pôster “Cuidados em injúria renal aguda: o impacto da pandemia”, que recebeu o prêmio de menção honrosa, sendo um dos mais relevantes apresentados durante o congresso.

Os docentes da disciplina ainda fizeram parte de diversas sessões como moderadores e palestrantes. Dra. Maria Alice Baptista participou na sessão sobre “Como melhorar a procura pela residência médica de nefrologia”. Já a Dra. Fernanda Polachini discutiu sobre “Como melhorar os desfechos de pacientes em hemodiálise”.

O Dr. Horacio Ramalho fez parte da mesa sobre o ensino clínico da Nefrologia e a Dra. Ana Carolina Tomé participou e apresentou caso clínico como parte da Comissão de Jovens Nefrologistas da Sociedade Brasileira de Nefrologia.

Ainda no congresso, Dr. Rodrigo Ramalho moderou a mesa sobre novos tratamentos das glomerulopatias e proferiu aula sobre anticoagulação e síndrome nefrótica. Por fim, Dr. Emerson Quintino também esteve presente na discussão sobre qualidade e segurança na injúria renal aguda, com a palestra sobre o impacto do alerta eletrônico no processo de cuidado desses pacientes.

A intensa participação no XXXI Congresso Brasileiro de Nefrologia reflete a importância da nefrologia rio-pretense e a inserção no cenário nacional do complexo FAMERP/Hospital de Base, hoje considerado um polo de vanguarda no tratamento de doenças renais.