Comunic Comunicação Estratégica
A Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP) está dando passos significativos em direção à integração da extensão universitária em seu currículo, visando não apenas o desenvolvimento acadêmico, mas também o impacto social positivo. Na semana passada, os estudantes do primeiro ano do curso de Medicina iniciaram um projeto pioneiro no bairro Lealdade e no Distrito de Talhado.
O projeto, denominado “Determinantes Sociais no Processo de Adoecer”, faz parte da disciplina de Saúde Coletiva I e tem como propósito principal investigar as condições de vida das famílias dessas localidades e sua relação com problemas de saúde. A iniciativa busca compreender os fatores determinantes e condicionantes do processo saúde-doença, bem como as estratégias utilizadas pelas comunidades para lidar com suas questões de saúde.

Nos dias 15 e 16 de abril, os alunos da FAMERP realizaram visitas aos bairros-alvo, visando conhecer de perto o ambiente onde serão implementadas ações de promoção e prevenção à saúde. Essa imersão no território local é crucial para a elaboração de intervenções eficazes e contextualizadas, que atendam às necessidades reais da população.
A preocupação em entender as condições sociais e sua influência no processo saúde-doença é o cerne desse projeto. Através de um mapeamento detalhado das condições de vida do território analisado, os estudantes buscam identificar áreas de intervenção que possam contribuir para a melhoria da saúde e da qualidade de vida dos moradores dessas comunidades.
A iniciativa representa um compromisso da FAMERP com a formação de profissionais de saúde conscientes e engajados com as questões sociais e de saúde pública. Ao integrar a extensão universitária ao currículo, a instituição reforça seu papel na promoção do bem-estar comunitário e na construção de uma sociedade mais justa e saudável.
Essa ação marca o início de uma jornada contínua de colaboração entre a academia e a comunidade local, promovendo uma verdadeira troca de conhecimentos e experiências em benefício mútuo. A FAMERP está comprometida em acompanhar de perto o progresso desse projeto e em ampliar seu impacto positivo ao longo do tempo.
Gostou? Compartilhe nas redes sociais: